26 junho 2016

Formatura

Queridos amigos!♡Ontem foi a formatura de meu filho Christian no Gymnasium - Ensino Secundário. Durante três semanas ele teve que realizar exames orais e escritos, cujos resultados permitem ou não... a entrada em uma universidade dinamarquesa ou europeia. Quando o aluno tiver passado em todos os exames, recebe do diretor este boné personalizado que simboliza "ser universitário". A formatura é uma confraternização muito simples, entre pais, amigos, professores e alunos. Depois da parte oficial na escola, os alunos saem com um caminhão enfeitado e festejam pelas ruas, quando visitam os pais de cada um da turma. Os pais, então, recebem os jovens com algo especial para comer. Eu relutei um pouco... se contava ou não! Mas queria ainda dizer que, para a nossa alegria e orgulho, Christian recebeu uma homenagem especial através do presidente da Associação de Ex-alunos, por ter obtido a média mais alta das quatro turmas que este ano se formaram. Quando anunciaram o nome de meu filho... fiquei muito emocionada. Em setembro Christian entrará na universidade. ♡





O Diretor da escola, entregando o certificado. 















18 junho 2016

Macro

Queridos amigos! 
Eu amo a macrofotografia. 
É impressionante quando a lente consegue captar 
um inseto pequenino em tamanho natural.
Poder ver os detalhes na imagem, os pezinhos,
os olhos, as antenas... é algo apaixonante. 
Passeando no Jardim Botânico, consegui fazer este registro. 
Fiquei bem feliz e pensei em mostrar para vocês. 

Desejo um final de semana muito feliz para todos. 
com carinho
da Ila


16 junho 2016

Esperança

Você sabia… que melhor ainda está por vir? Deixe que a espera seja deliciosa, que ela envolva sua alma com bons pensamentos, que ela lhe traga serenidade e ânimo a cada dia. Há um tempo certo para tudo em nossa vida e nossos desejos nos são concedidos em partes, feito presentes em dia de festa. A fé é como uma luz que nos guia. Lá adiante, nem tão longe assim, há ainda muitas surpresas felizes reservadas para nós. E que maravilhoso esperar… enquanto vamos edificando o sentido de nossa vida. 

E, neste contexto, deixo rosas para você! 





12 junho 2016

Tarde de domingo

Lá adiante... nas águas serenas do mar, 
os barcos balançavam a minha saudade. 
Estava uma tarde azul, tão linda. 



O Mar Báltico, em Copenhague






10 junho 2016

Do amor

O amor é imperecível e verdadeiro, como um diamante. Ele preenche todos os espaços - por ser inteiro e imensurável. Nos concede o que antes buscávamos e passa a morar dentro da gente. Se encastela, se aninha e se espalha. É um sentimento maior, quase inefável… um mosaico de encantamento, amizade e confiança. Quando temos amor, o coração embriaga, arde de felicidade e chega a sentir dor.  O amor requer desvelo e entrega.  É quando o silêncio conta coisas lindas, quando a vida passa a ter sentido, quando tudo tudo cabe num único olhar. Em sua plenitude, deseja  presença, precisa alimentar-se, urge acelerar o passo, voar. O amor faz do grito um sussurro, do gesto uma carícia, das almas… gêmeas. 

Amar é traçar um caminho a dois.






01 junho 2016

É verão

Minhas manhãs começam cedo. Já fui no Emmerys comprar pão e, milagrosamente, consegui renunciar aos muffins de chocolate. De bicicleta segui a pequena rua, ladeada de jardins. Os pássaros ensaiam os cantos, agora em todos os arpejos. E o sol está de visita. Veio para ficar. Hospedou-se. Edificou a barraca para veranear. Trouxe um afago caloroso, tenso, como quem quer suprir suas falhas, sua culpa - essa imensa falta, os constantes atrasos. Seus raios tingem o mundo de luz, raios feito braços compridos enrolados, como os ramos da chuva azul que se enroscam por cima da cerca e se agarram nas paredes de tijolos vermelhos. O sol agora mora no hemisfério norte. Quando coadjuvante no inverno, agora é protagonista. Atua no cenário, metade herói, metade vilão. Debruça preguiçoso nos telhados de ardósia. Transforma a noite em quase dia. Ilumina e brinca. Esquece dos segundos, dos minutos, das horas... e deixa tudo alvo, claro – como se fossem noites brancas. Precocemente, traz a aurora. Espia para dentro de meu quarto, como quem diz, em gargalhadas: Veja, cá estou, bem acordado. Minhas manhãs são madrugadas... insones, como o sol.