06 setembro 2015

Saar Riesling Sommer

Estivemos no final de semana na Alemanha. 
Fomos para Frankfurt na casa de minha cunhada e 
de lá fomos para a região do Rio Mosela, quando passamos
 pela cidade de Trier, onde morávamos. 
Seguimos para o vale do Rio Saar e visitamos 
Wiltingen, Saarburg, Kanzem, Serrig 
e mais outras cidades pequeninas. 
Acontecia, pois, nesta região o evento “Saar Riesling Sommer”, 
quando as vinícolas do vale do Saar convidaram para 
uma prova de vinho da famosa casta Riesling – uva branca. 
Provei vinhos deliciosos. Entre as vinícolas participativas, 
havia também a do jornalista e apresentador da tv alemã Günther Jauch. 
Foi um passeio saboroso, no sentido mais amplo da palavra. 


Rio Saar, em Saarburg


Vinhedos Riesling


Weingut Von Othegraven -  Kanzem



Die Saar, bei Kanzem



Saarburg, com seu riacho que corta  a cidade.




Weingut J P Mertes - Kanzem



Weingut Schloss Saarstein - Serrig



Bischöfliche Weingüter - Wiltingen




Vinícola de Egon Müller, Wiltingen
Seu Riesling Scharzhof é considerado por todos
os especialistas como um dos melhores vinhos brancos do mundo.





Weingut Von Hövel, Oberemmel


Barris de carvalho - Weingut Geltz-Zilliken, Saarburg


Weingut Dr. Wagner - Saarburg


10 comentários:

Patricia Merella disse...

Tão lindo Ila,vendo as fotos sinto - me viajando contigo Feliz Domingo, beijinhos

Malú Holzmüller disse...

Se tem algo que eu amo nesse país onde moro sao esses pequenos vilarejos e seus encantos.Eu prefiro viajar para pequenas cidades ao invés de grandes centros.Amei o passeio.Bjs e uma ótima semana.

Sissym Mascarenhas disse...



Ila,

Se tudo é bonito, no seu olhar ainda fica mais encantador. Voce captura as imagens de tal maneira que me sinto lá vendo cada detalhe. Como é charmosa a beira do riacho em Saarburg com mesinhas para aproveitar algumas horas livres.

Se um dia desses for a Berlin, fale comigo, quem sabe poderá conhecer minha sobrinha e minha mãe.

Beijos

Rosa Paula I Le Paquet disse...

Oi, Ilaine! Quantas belas imagens! Adorei passear pelo seu blog! E adorei a descrição no seu perfil, especialmente quando você fala sobre a escrita, e consequentemente a língua, como nossa herança imperecível! Sinto que, como brasileira morando em Portugal, me agarro ao meu jeito natural de falar, rejeitando propositalmente novos formas para preservar um pouco desta herança.

Arroz Di Leite disse...

Olá Ila,

vim retribuir sua visita. E obrigada por me receber com estas fotos lindissimas, esta plantação de maças é uma divindade de Deus, me senti lá.

Ótima semana.

Bjs

Tânia Camargo

Rose M. disse...

Um sonho!! Lindas imagens!

Élys disse...

Lindos locais, acolhedores. Através de suas fotos viajamos até aí.
Um abraço.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Lindo belas fotografias.
Obrigado pela visita ao meu blog
Um abraço e visite o meu outro blog que vai gostar.
http://andarilharar.blogspot.pt/

O meu pensamento viaja disse...

Querida Ila, li o título do seu último post e senti que não me restam forças para o ler. O horror no seu estado absoluto -não imagina o quanto essa realidade me tem perturbado.

Os meus olhos espaireceram agora com esta reportagem. Aliás, acho que já visitei essa zona vinícola. Tão linda! Essas pequenas cidades alemãs são maravilhosas. Se eu tivesse outra vez 20 anos, emigraria sem hesitar. Tenho um fascínio particular pela Alemanha e continuo a saga de aprender alemão ... quem sabe o que o futuro nos reserva?

Ila querida, todos temos os nossos dias menos bons e este está sendo bem cinzento para mim. Não me apetece nem mesmo abrir o blog. Apeteceu-me fazer-lhe uma visita o que, por si só diz muito do quanto as suas postagens me acalmam.
Bem haja!
Beijo da Nina

Ana Ribeiro disse...

Lindo! Quase que podia ser aqui em Portugal. Por esta altura andamos todos atarefados com as vindimas, e eu este ano também participei e mais que adorei! E um dos meus sonhos é um dia ir fazer uma prova de vinhos numa das adegas do Porto... Beijos - é um prazer viajar consigo.